Aquisição de leite cai 1% no segundo trimestre em relação a 2020

14-09-2021 13:29:22 Por: Canal Rural

Aquisição de leite cai 1% no segundo trimestre em relação a 2020
No 2º trimestre de 2021, a aquisição de leite cru feita pelos estabelecimentos que atuam sob algum tipo de inspeção sanitária federal, estadual ou municipal foi de 5,82 bilhões de litros, uma queda de 1% em relação ao 2° trimestre de 2020, e redução de 11,4% em comparação com o trimestre imediatamente anterior. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O instituto lembra que o setor tem comportamento cíclico, em que os 2° trimestres regularmente apresentam a menor produção anual, fato ocasionado pelo período de entressafra nas principais bacias leiteiras do país. O resultado representa a 3ª maior captação de leite em um 2° trimestre, abaixo dos resultados de 2020 (5,87 bilhões de litros) e 2019 (5,86 bilhões). O mês de maior captação foi maio (1,95 bilhão de litros) enquanto junho teve a menor atividade (1,92 bilhão). Ao longo do trimestre, o segmento foi impactado pelo aumento dos custos de produção e pela demanda enfraquecida.


Ante o mesmo trimestre de 2020, a queda de 59,47 milhões de litros de leite captados em nível nacional é proveniente de reduções registradas em 15 das 26 UFs participantes da Pesquisa Trimestral do Leite. As quedas mais significativas ocorreram em Minas Gerais (-51,97 milhões), São Paulo (-33,46 milhões), Rondônia (-33,32 milhões), Mato Grosso (-10,43 milhões) e Rio de Janeiro (-7,91 milhões). Já os acréscimos mais relevantes ocorreram no Paraná (+46,32 milhões), Rio Grande do Sul (+19,96 milhões) e Bahia (+12,27 milhões).

Minas Gerais continuou liderando o ranking de aquisição de leite, com 24,7% da captação nacional, seguida por Paraná (13,9%) e Rio Grande do Sul (12,8%).

As informações são do Canal Rural.